História – Prof. Eng. Fabrizio de Miranda

Fabrizio de Miranda (1926-2015), foi engenheiro de projetos de pontes e estruturas.
Introduziu na Itália desde os primeiros anos da década de ’50 as estruturas mistas compostas por aço-concreto e elaborou os projetos dos primeiros viadutos rodoviários de estrutura mista aço-concreto, os viadutos rodoviários em 1958 e aqueles ferroviários em 1963, e ainda elaborou os projetos das primeiras pontes ferroviárias de composição soldada, em 1960.

Durante o mesmo período, elaborou os projetos dos primeiros viadutos rodoviários em Itália de estrutura em aço, na “Autostrada del Sole” (Ndt Rodovia do Sol). Fez parte do grupo dos fundadores do CTA- “Collegio dei Tecnici dell’ Acciaio” – (NdT Colégio dos Técnicos do Aço), e foi o presidente do mesmo nos anos ’70. Conquistou, em quanto engenheiro de projetos do Grupo Lambertini, o primeiro prêmio ex aequo no concurso de ideias para o atravessamento fixo rodoviário e ferroviário do Estreito de Messina em 1969.

Elaborou projetos de várias grandes obras, entre elas as primeiras pontes estaiadas rodoviárias de grandes vãos no mundo, no âmbito do desenvolvimento do sistema ferroviário Zarate Brazo Largo, nos rios Paranã Guazú e Paranã de las Palmas em Argentina (330m de vão central em 1970-77) e a primeira ponte estaiada no mundo não auto-ancorada no rio Arno em Florença na localidade de Indiano (1972-78). Ainda destaca-se a ponte estaiada no Estreito de Rande em Espanha, ponte esta que na época da sua construção(1973-77) era uma das maiores pontes estaiadas no mundo com 400m de vão central e um tabuleiro de 2,40m de altura.

Foi autor de numerosas publicações e livros nas áreas das estruturas em aço e de pontes, onde ainda obteve o registro de cinco patentes sobre procedimentos estático-construtivos. De 1965 a 1996 foi professor titular de Técnica das Construções e Construções em Aço da Faculdade de Engenharia e Arquitetura do Politécnico de Milão.

Durantes as décadas da sua docência universitária e ainda através das suas publicações sobre pontes e estruturas, contribuiu para a formação de centenas de importantes engenheiros e arquitetos.

Italiano Inglês Espanhol Francês